Poema

 
RELEMBRAR
(Pedro Du Bois, inédito)
 
A relembrança
ultrapassa o espaço
concedido no gesto
concedo a oportunidade
desprovida de quedas
                   de quadras
dos quadros impressionistas
em modernidades ultrapassadas
 
relembro como fomos humilhados
nos paradoxos de ficar e sair
se não estivéssemos contentes
no tanto negado ao espírito
em contendas menores onde
homens iguais se diferenciam
e não notam as desigualdades
que os afastam em seres
desprovidos de lembranças.
 
 
RECALL
(Marina Du Bois, English version)
 
The remembrance
exceeds the space
granted in gesture
I grant the opportunity
devoid from fallings
            from courts
from impressionists paintings
in outdated modernities
 
I recall how we were humiliated
on stay and go paradoxes
if we were not glad
in so much denied to the soul
in minor strifes where
equal men are differenciate
and do not realize the inequalities
that move them away in beings
lacking of remembrances.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s