E “tudo começa” num…”Ponto de Singularidade” no Espaço Miguel Torga

Está patente ao público desde a tarde do passado sábado no Espaço Miguel Torga em S. Martinho de Anta, a exposição “Ponto de Singularidade” de Gracinda Marques cuja inauguração contou com a presença da autora, Presidente da Câmara e convidados.

Trata-se de um trabalho intimista, que “começa num ponto”, é envolvente e dotado de uma indelével espiritualidade em que três elementos, Vida, Planeta e Cosmos se entrelaçam e definem uma terna tridimensionalidade “num amor à criação inteira”.

“O Ponto de Singularidade” é mais uma semente de Gracinda Marques somando-se a outras já lançadas “à terra”.

O contexto da sua obra está estruturado em múltiplos níveis: desenho, pintura, escultura e literatura.

Este livro, que escreveu e ilustrou, é o resultado da sua reflexão sobre o mundo. Uma perceção peculiar que trespassa a ciência e as religiões. Um olhar penetrante que vai ao fundo dos tempos e para lá do tangível.

No seu pecúlio artístico consta a “A Minha Casa de Madeira Feita de Pedra” – Assírio & Alvim; “Sabei Por Onde a Luz “, Com A.M. Pires Cabral. ” – Região de Turismo Serra do Marão; “Têm Tantas Histórias a Minha Casa” – Câmara Municipal de Caminha; “O Douro de Gracinda Marques” – Museu do Douro; “Ulix – Vamos Aproveitar o Lixo” – Mensagem; “Tiorna – memorial do bem-estar” – Afrontamento.

Esta exposição tem entrada gratuita e vai estar aberta ao público até final do mês de Dezembro.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s