CASAMENTOS NULOS SE EFECTUADOS COM CRIANÇAS DE IDADE INFERIOR A 16 ANOS + SALÁRIOS MÍNIMOS EM COMPARAÇÃO

CASAMENTOS NULOS SE EFECTUADOS COM CRIANÇAS DE IDADE INFERIOR A 16 ANOS

O Lugar de Meninas menores é na Escola e não no Casamento

António Justo

Segundo informação do Ministério Federal do Interior, na Alemanha são conhecidos 1.475 casamentos com menores de 16 anos. 361 deles são menores de 14 anos. A maior parte são meninas que se encontram casadas com homens muito mais velhos.

Na Alemanha, os partidos da coligação (CDU-SPD-CSU) concordaram em proibir casamentos de crianças. De futuro, serão anulados os casamentos de pessoas com menos de 16 anos. O projeto de lei do ministro da Justiça Maas, deve ser implementado o mais rapidamente possível.

Na Alemanha a Idade de consentimento sexual atinge-se aos 18 anos. A imigração de países islâmicos representa um desafio ao direito alemão da família. A CDU quer uma lei não diluída por o casamento de menores violar o bem-estar da criança e a decência moral. Assim se quer impedir que o regime patriarcal de casamento discriminador do sexo se volte a instalar na sociedade alemã.

Há temas que se encontram na fila à espera por Godot! Na Europa, o código civil não se encontra ainda adaptado aos costumes de imigrantes muçulmanos, o que provoca por vezes uma certa cumplicidade destes com a Sharia. A tentativa do projecto de lei do ministro Maas é uma medida que tenta opor-se à ” lei religiosa Sharia” que se aplica tacitamente nas nossas sociedades ocidentais na sombra das mesquitas.

Nos países islâmicos a questão do abuso da mulher não é encarada com grande apreciação porque o próprio profeta Maomé se casou com uma menina de 9 anos e a pática da escravização de mulheres e crianças (e a política de casamento) sempre se mostraram como grande factor de expansão e de recompensa económica.

Segundo a UNICEF os países com maiores taxas de casamento infantil são, Níger (com 75%), Chade (72%), Mali (71%), Bangladesh (64%), Guiné (63%). Na Indonésia também há uma grande percentagem de casamentos infantis. Na Índia também há muitos casamentos infantis, tendo este costume sido introduzido aquando da invasão muçulmana.

Muitas famílias dão a filha ao que oferecer mais dinheiro para resolverem problemas económicos. O fenómeno dos casamentos infantis é já muito antigo e anterior ao islão. Os invasores muçulmanos, na sua política de expansão recorriam à escravização como factor económico e praticavam muitas vezes a pirataria roubando mulheres e meninas não casadas o que levou povos e grupos a introduzir no seu meio o casamento infantil como medida de autodefesa e de preservação.

Há países islâmicos que civilmente não permitem o casamento infantil de meninas. Mas estes Estados reconhecem a lei islâmica da Sharia e como os tribunais religiosos têm o poder de substituir o código civil então este torna-se letra morta.

António da Cunha Duarte Justo

Pegadas do Espírito no Tempo http://antonio-justo.eu/?p=4125

SALÁRIOS MÍNIMOS NACIONAIS EM COMPARAÇÃO

O Eurosat Statistics apresentou ontem 10.02.2017 as estatísticas sobre o salário mínimo mensal, o poder de compra e os rendimentos médios mensais.

Relativamente à União Europeia, lideram o grupo dos países com salários mínimos mensais mais altos o Luxemburgo 1999 €, Irlanda 1563 €, Holanda 1552 €, Bélgica 1532 €, Alemanha 1498 €… O salário mínimo na Alemanha foi aumentado para 1535€ em 2017.

Portugal encontra-se no segundo grupo com um salário mínimo de 557€. Espera-se que seja acrescentado pelo subsídio de férias e o subsídio de Natal! Nos Açores, o salário mínimo é de 556,50 euros e na Madeira é de 540,60 euros mensais.

No terceiro grupo com os salários mínimos mais baixos registam-se, entre outros, a Letónia /Lituânia cada um com 380 €, a Roménia 275 € e a Bulgária 235 €.

Quem estiver interessado em ver a relação entre salário mínimo e poder de compra pode consultar a tabela 2 (Salários mínimos expressos em paridades de poder de compra padrão (PPS).

(Estatísticas sobre o salário mínimo (http://ec.europa.eu/eurostat/statistics-explained/index.php/Minimum_wage_statistics/pt). Interessante é ver também a percentagem de trabalhadores com salário mínimo nos diferentes países.

Torna-se interessante ver também quanto se ganha noutros países fora da EU.

Não se deve confundir salário mínimo com o trabalho dos minijobs em que se pode ganhar até cerca de 450 €. Quem trabalha em minijobs até essa quantia não paga impostos nem contribuições e por isso não adquire regalias sociais.

António da Cunha Duarte Justo

http://antonio-justo.eu/?p=4113

DO QUE SE FALA E DO QUE NÃO SE DEVE FALAR + Anedotas

Trump decretou o impedimento temporário de muçulmanos da Líbia, Iémen, Somália, Irão, Iraque e Síria, o que é certamente de contestar. O que também causa admiração é o facto de haver 16 países árabes que impedem a entrada de israelitas e ninguém protestar!
A lógica humana tem caminhos insondáveis! Também a razão tem dois pesos e duas medidas!

Continua em Pegadas do tempo http://antonio-justo.eu/?p=4094

CRENÇAS DO TEMPO – DISCRIMINAÇÃO DA DISCRIMINAÇÃO

Como se vê na citação que coloco em baixo, até a discriminação é discriminada e depois ainda se tem a coragem de condenar os outros de forma emperitigada e de dedo indicador levantado!

"Enquanto existe carta branca para se gozar ou criticar os brancos católicos, já é completamente proibido gozar ou criticar os ciganos, os gays, os coxos, os gajos que gostam de roxo. Nesta lista de intocáveis, ninguém é tão intocável como o gay, o visconde do espaço público." Escreve Henrique Raposo in Expresso

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s