Poema

COMODIDADE

(Pedro Du Bois, inédito)

Num dia comum

de horas comuns

em atividades comuns

nas idas e voltas comuns

de repente

como nada

como tudo

como sempre

a irrealidade

toma conta

incômoda

da comodidade

em que nos escondemos

incomuns pessoas

deslocadas

desfocadas

desesperadas.

CONVENIENCE

(Pedro Du Bois, unpublished)

(Marina Du Bois, English version)

On an ordinary day

of ordinary hours

in ordinary activities

on ordinary backs and forths

suddenly

like nothing

like everything

the unreality

takes over

uncomfortable

with the convenience

in which we hide

unusual people

displaced

outros poemas:
https://plus.google.com/u/0/108438516741639533660
http://pedrodubois.blogspot.com.br/

blurred

desperate

Anúncios

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s