MIGUEL PIRES CABRAL – UMA COISA CHAMADA SIMPLICIDADE

 
 
Levamos anos até perceber. 

Pelo caminho ficou a mãe, 

depois o pai, uma ou outra 
costela mais próxima, tornando
assim o coração mais vulnerável.
E hoje, tenho de mim para mim,
que tudo se poderá, afinal, resumir 
a um mero ou mesmo objectivo.
 
Levamos anos até perceber,
tal como o fruto que nasce,
cresce e se transforma: 
na doçura ou acidez –
conforme à sua natureza 
ou ao molde onde cresceu –
amadurecido pelo tempo. Simples.
E de repente, tudo se torna claro.
 
Levamos anos até perceber:
que a maior beleza de todas
afinal, sempre esteve presente,
diante da nossa existência:
por cada palavra, em cada gesto,
por cada exemplo amadurecido
pelos braços estendidos no tempo
e na terra que nos fez ser gente.
 
Uma terra simples? Quem sabe um dia, 
possamos mesmo regressar?
 
 
      (mpc, Inédito, 10/12/2018)

Ler em: GAZETA DE POESIA INÉDITA http://bit.ly/2sfN3GJ

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s