LUCAS PERITO – HORROR VACUI

 

 

 

No entardecer de um astro, comove-me esse espaço entre séculos

no estender dessa distância infinita

a cortar uma linha de tempo na escuridão viva da noite.

 

Cá, disperso o eco em uma câmara de espelhos

e um som navega no timbre de uma concha 

Sopro de um reflexo de tom helicoidal

que retorna e torna a retornar num caracol a desmanchar e

remontar o rumor de regresso que parte no avesso

da casca que replica a voz que retorque um anel

e desfaz ao giro de uma sentença em espiral

que restitui a palavra original sorvida pelo nada.

 

Ler em: GAZETA DE POESIA INÉDITA http://bit.ly/2UGNomJ

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s